Prazer, sofrimento e autonomia no trabalho: análise no ambiente público e privado.

  • Denis Anisio Socorro Carvalho Centro Universitário Unihorizontes

Resumo

O artigo conceitua a autonomia do trabalho à luz da psicodinâmica do trabalho discutida por Christophe Dejours. Discute-se os conceitos de autonomia e trabalho, considerado em sua forma de produto social, destacando-se que a autonomia é parte fundamental da formação do sentimento de satisfação que o sujeito tem por suas atividades cotidianas. Avaliou-se que a autonomia é um elemento desenvolvido a partir dos modelos de gestão e liderança adotados pelo ente público e privado, onde existe um destaque em particular sobre as burocracias associadas ao setor público que, com base nestas dificuldades, acaba permitindo menos autonomia do que o setor privado. Assim, conclui-se este trabalho de comparação entre a autonomia do trabalhador e do prazer associado a esta possibilidade com a constatação de que os trabalhadores do setor privado, apesar de mais pressionados em função de metas, possuem mais autonomia cotidiana do que os servidores públicos, que ficam à mercê de burocracias de suas funções.

Palavras chave: Autonomia no trabalho; Prazer; Sofrimento; Psicodinâmica do trabalho.


Warning: Smarty error: unable to read resource: "file:0/plugins/generic/usageStats/templates/outputFrontend.tpl" in /var/www/html/php5-instance/ojs/lib/pkp/lib/vendor/smarty/smarty/libs/Smarty.class.php on line 1094
Publicado
2019-09-30
Seção
Revisão de Literatura