Extratos alcaloídicos de bauhinia diminuem comportamento depressivo de camundongos com baixa toxicidade

  • Kamilla Monteiro Santos Universidade Jos´´e do Rosário Vellano - Unifenas http://orcid.org/0000-0001-9047-4207
  • Lívia Ramos Santiago Universidade José do Rosário Vellano - Unifenas
  • Letícia Tiago Silva Universidade José do Rosário Vellano - Unifenas
  • Carine Fernandes Santos Universidade José do Rosário Vellano - Unifenas
  • Julia Viana Dias Fonseca Universidade José do Rosário Vellano - Unifenas
  • Isadora Gatti Caldas Universidade José do Rosário Vellano - Unifenas
  • Rosy Iara Maciel de Azambuja Ribeiro Universidade Federal de São João del Rei - CCO https://orcid.org/0000-0002-7374-4743

Resumo

Introdução: a depressão é um grave problema de saúde pública com alta prevalência, recorrência e cronicidade. Diversos tratamentos apresentam efeitos colaterais e baixa adesão, o que justifica a busca por novas substâncias ansiolíticas. As plantas e seus alcaloides apresentam grande potencial para a origem de novos fármacos. Objetivou-se extrair alcaloides das folhas de Bauhinia variegata (BV), Bauhinia variegata candida (BVC) e Bauhinia ungulata (BU) e avaliar suas toxicidade e atividades sobre o comportamento de camundongos depressivos. Metodologia: os alcaloides foram obtidos por extração exaustiva. Os camundongos foram induzidos à depressão por nado-forçado e receberam diariamente, por gavagem, os extratos alcaloídicos de Bauhinia. O comportamento foi avaliado pelos testes Claro-Escuro (CE) e Labirinto em Cruz Elevada (LCE). Para a análise de toxicidade os animais receberam dose única dos extratos por gavagem. Foram observados comportamento, excretas, consumo de água e ração. As adrenais, fígado, baço e rins foram mensurados e análises histológicas dos fígados foram realizadas. Resultados: os tratamentos com BVC e BU aumentaram o número de espreitas (LCE) assim como BV também aumentou o tempo de permanência no campo claro. Em CE, BV e BU aumentaram o tempo de permanência no campo claro. Foram observadas alterações pontuais na respiração dos animais tratados com BV e BU e no consumo de água do grupo BV. As dimensões dos órgãos e histologia do fígado não foram alteradas. Conclusão: BV e BU apresentam potencial atividade sobre a depressão com baixo índice de toxicidade, possibilitando maior adesão ao tratamento. Porém estudos complementares devem ser concluídos.


Warning: Smarty error: unable to read resource: "file:0/plugins/generic/usageStats/templates/outputFrontend.tpl" in /var/www/html/php5-instance/ojs/lib/pkp/lib/vendor/smarty/smarty/libs/Smarty.class.php on line 1094
Publicado
2021-12-22
Seção
Artigos Originais