Relação Entre o índice de massa corporal e o índice de atividade física de alunos do ensino médio

  • Matheus Victor da Silva Centro Universitário de Formiga (UNIFOR-MG) Curso de Educação Física
  • José Carlos Leal Centro Universitário de Formiga (UNIFOR-MG)
  • André Carvalho Costa Centro Universitário de Formiga (UNIFOR-MG)
  • Nádia Rodrigues de Faria Centro Universitário de Formiga (UNIFOR-MG)

Resumo

O constante aumento da incidência de doenças crônicos degenerativas possui relação inversa com prática de atividades físicas. A atividade física regular promove uma série de benefícios no processo de maturação na adolescência. Objetivos: Relacionar o Índice de Massa Corporal (IMC) com o Nível de Atividade Física em adolescentes de rede pública de ensino; comparar os níveis de atividade física dos grupos com peso adequado, sobrepeso e obesidade; correlacionar IMC e Nível de Atividade Física dos grupos adequado, sobrepeso e obesidade. Metodologia: Trata-se de uma pesquisa analítica e observacional. Foram selecionados 40 alunos (28 meninos e 12 meninas), com idade média de 16,7 ± 1,18 anos, do Ensino Médio de uma escola pública, da cidade de Doresópolis, região centro-oeste de Minas Gerais. O IMC foi encontrado através de medida da massa e estatura corporal. O Nível de Atividade Física foi encontrado através da aplicação do Questionário de Atividade Física para Adolescentes (QAFA). Foram inclusos no estudo, adolescentes com idade máxima de 19 anos. Resultados: No total da amostra, 7 alunos (5 meninos e 2 meninas), se enquadraram no Grupo Baixo Peso. 22 alunos (16 meninos e 6 meninas), no Grupo Adequado. 5 alunos (3 meninos e 2 meninas), no Grupo Sobrepeso. 6 alunos (4 meninos e 2 meninas), no Grupo Obesidade. A amostra apresentou diferença significativa quando foi comparado o IMC e Nível de Atividade Física entre os grupos Baixo Peso/Adequado (p: 0,002), Adequado/Obesidade (p: 0,0005) e Sobrepeso/Obesidade (p: 0,05). Baixos níveis de atividade física se relacionam com o acréscimo de peso corporal e este acréscimo acarreta num menor nível de atividade física. Conclusão: Observou-se que quanto menor o Nível de Atividade Física, maior será as chances de ter problemas relacionados ao excesso de peso. Portanto, tais problemas servem de alerta para estimular a elaboração de programas de atividades físicas para maior promoção da saúde.


Warning: Smarty error: unable to read resource: "file:0/plugins/generic/usageStats/templates/outputFrontend.tpl" in /var/www/html/php5-instance/ojs/lib/pkp/lib/vendor/smarty/smarty/libs/Smarty.class.php on line 1094

Biografia do Autor

Matheus Victor da Silva, Centro Universitário de Formiga (UNIFOR-MG) Curso de Educação Física
Departamento de Educação Física do UNIFOR/MG
José Carlos Leal, Centro Universitário de Formiga (UNIFOR-MG)
Departamento de Educação Física do UNIFOR-MG
André Carvalho Costa, Centro Universitário de Formiga (UNIFOR-MG)
Departamento de Educação Física/Fisioterapia
Nádia Rodrigues de Faria, Centro Universitário de Formiga (UNIFOR-MG)
Departamento de Pedagogia
Publicado
2016-08-26
Seção
Artigos Originais