Atuação dos advogados: marcos legais e as novas possibilidades em mediação empresarial

  • Samara Walzburger Unisociesc - Blumenau
  • Mayara Pellenz Faculdade Meridional
  • Felipe Starke Universidade Federal do Paraná

Resumo

As inovações trazidas pelo Código de Processo Civil de 2015 representam um avanço na questão da atuação dos advogados, especialmente no que diz respeito às práticas de mediação. Estas novas determinações exigem uma nova postura na forma como se lida com conflitos empresariais, bem como a busca de novas formas de resolução de conflitos diante da morosidade do Poder Judiciário e dos custos processuais. Prima-se, nestas práticas, a participação dos envolvidos na busca de entendimento pacífico sobre questões jurídicas, que, agora, são uma determinação do diploma processual civil. Por meio do método indutivo e da pesquisa bibliográfica, observa-se aspectos positivos na atuação de advogados em práticas de mediação empresarial e de outros métodos não adversariais, o que contribui para a concretização da democracia.


Warning: Smarty error: unable to read resource: "file:0/plugins/generic/usageStats/templates/outputFrontend.tpl" in /var/www/html/php5-instance/ojs/lib/pkp/lib/vendor/smarty/smarty/libs/Smarty.class.php on line 1094

Biografia do Autor

Samara Walzburger, Unisociesc - Blumenau

Acadêmica de Direito na Faculdade UNISOCIESC em Blumenau, SC. Bolsista institucional do Grupo de Pesquisa: Direito Empresarial e Sustentabilidade. Estagiária no Escritório Deusdith Junior Advogados

Mayara Pellenz, Faculdade Meridional

Mestre em Direito pela Faculdade Meridional. Especialista em Direito Penal e Processo Penal pela Faculdade Meridional. Pós-Graduanda em Psicologia Jurídica – IMED. Integrante do Grupo de Pesquisa Ética, Cidadania e Sustentabilidade na mesma instituição. Docente do Curso de Direito SOCIESC - Blumenau/SC. Advogada.

Felipe Starke, Universidade Federal do Paraná

Mestre em Direito das Relações Sociais pela Universidade Federal do Paraná. Graduado em Direito pela Universidade Federal do Paraná, Pós-graduando em Direito Empresarial pela Unicuritiba. Advogado e Professor.

Publicado
2019-10-09
Seção
Artigos