A inclusão da história e da cultura afro-brasileira no currículo universitário: uma ação afirmativa no combate ao racismo estrutural

  • Nélida Reis Caseca Machado Centro Universitário de Formiga
  • Ana Beatriz Felício Centro Universitário de Formiga - UNIFOR
  • Camila Rodrigues Silva Garcia Centro Universitário de Formiga - UNIFOR

Resumo

Neste estudo faz-se uma incursão nas cotas, nos racismos territorializados e na necessidade de outras medidas de combate ao racismo por meio da identidade. Verifica que as cotas, como ações afirmativas, são de necessidade ímpar para o combate do racismo, mas sozinhas não alcançam o enfrentamento das três concepções do racismo, sendo necessárias medidas conjuntas que possam, em um esforço somado, causar uma infiltração no racismo estrutural e, como isso, facilitar algumas mudanças. Aponta que a Universidade, como instituição e que faz parte da estrutura da domesticação, deve rever seu papel, contribuir e criar possibilidade para que os negros possam ser negros e ver-se negros a partir dos ambientes acadêmicos, sendo esta a ação afirmativa que se propõe.


Warning: Smarty error: unable to read resource: "file:0/plugins/generic/usageStats/templates/outputFrontend.tpl" in /var/www/html/php5-instance/ojs/lib/pkp/lib/vendor/smarty/smarty/libs/Smarty.class.php on line 1094

Biografia do Autor

Nélida Reis Caseca Machado, Centro Universitário de Formiga

Mestrado em Constitucionalismo e Democracia pela Faculdade de Direito do Sul de Minas, Brasil(2012) Aluna Mestrado da Faculdade de Direito do Sul de Minas , Brasil

Ana Beatriz Felício, Centro Universitário de Formiga - UNIFOR

Graduanda em Direito e Voluntária no Programa de Iniciação Cientifica do UNIFOR-MG,
Formiga-MG. 

Camila Rodrigues Silva Garcia, Centro Universitário de Formiga - UNIFOR

Graduanda em Direito e Voluntária no Programa de Iniciação Cientifica do UNIFOR-MG,
Formiga-MG.

Publicado
2022-04-19
Seção
Artigos